cursos para trabalhar com perícia criminal

Antes de tudo, investigar crimes é algo que vemos constantemente em filmes, novelas e seriados. Em contrapartida, na vida real, como será que é trabalhar com perícia criminal?

Seja como for, o que precisamos fazer para ter essa profissão? Existem habilidades específicas que precisamos ter? Por conseguinte, que cursos precisamos fazer? Vamos falar de tudo isso.
Mas, primeiro, o que é perícia criminal?

O que é perícia criminal

Segundo a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais, “perícia criminal é atividade típica de Estado, de cunho técnico-científico, prevista no Código de Processo Penal. Ela visa a analisar vestígios, sendo indispensável para elucidação de crimes”.
Antes de mais nada, é uma atividade exercida pelo perito oficial. Este profissional produz, primeiramente, a prova material que estará registrada em laudo pericial. Este, é feito após o perito identificar, coletar e processar a interpretação dos vestígios do crime.
O perito criminal faz exame de corpo de delito e outras perícias. Além disso, deve ter diploma de curso superior.
Os peritos oficiais de natureza criminal são: peritos criminais, peritos médico-legistas e peritos odontolegistas.

Concurso público para perícia criminal

Cada estado tem um Instituto de Criminalística (IC) que seleciona através de concurso público, profissionais para, desse modo, atuarem como peritos criminais. Assim como o Instituto Nacional de Criminalística.
Existem diversos Serviços de Perícia vinculados ao DPER – Divisão de Perícias, tais como:
  • Contábeis e Econômicas (SEPCONT);
  • Documentoscópicas (SEPDOC);
  • de Laboratório (SEPLAB);
  • Audiovisual e eletrônicos (SEPAEL);
  • em informática (SEPINF);
  • de Engenharia e Meio Ambiente (SEPEMA).
Em seguida da aprovação no concurso, é necessário participar do curso de formação técnico-pericial numa Academia de Polícia.

Cursos para atuar na área de perícia criminal


1. Investigação Forense e Perícia Criminal 

É um curso tecnólogo específico para quem, de tal forma que, atuar na área de perícia criminal. Tem duração de dois anos e meio e pode ser feito à distância.
O curso da Estácio, por exemplo, conta com as chamadas trilhas de conhecimento. Estas tem por objetivo desenvolver competências e acelerar a empregabilidade. Dessa forma, tendo como base um programa estruturado com a sequência de conteúdo de disciplinas selecionadas da graduação.
Dessa maneira, se o aluno quiser realizar os cursos de Investigação Forense e Perícia Criminal junto com o curso de Direito, ele conseguirá realizar três graduações em 6 anos e meio.
Em primeiro lugar, o curso pretende desenvolver as competências e habilidades necessárias as técnicas de investigação e perícia. É voltado para recém graduados no ensino médio que desejam ingressar na área, peritos que pretendam ampliar suas formações ou profissionais da segurança pública e privada.
Algumas disciplinas que o curso oferece: Direito Penal Aplicado; Teoria Geral da Investigação e Perícia; Criminologia; Doutrina da Inteligência; Linguagem Jurídica; Direito Ambiental; Psicologia Judiciária e Perícia Forense.
Os próximos cursos não são específicos para que o profissional possa atuar como perito criminal. Sendo assim, após a formação na graduação, ele precisará se especializar na área de perícia criminal.

2. Ciências Biológicas

Para quem deseja atuar em perícia de meio ambiente, laboratorial ou genética forense, por exemplo, pode se graduar em Ciências Biológicas.
É um curso de bacharelado que tem duração de 4 anos. Está disponível na modalidade presencial. É um curso voltado para, principalmente, fornecer ao aluno conhecimentos sobre a origem, evolução, estrutura e funcionamento de seres vivos.
Durante o curso, o estudante adquire primeiramente, habilidades para realizar análises e estudos das relações entre os diversos seres e ambientes.
Entre as disciplinas que o curso oferece, estão: Bases de biologia celular e genética; Fundamentos de bioquímica; Histologia e embriologia; Anatomia dos sistemas orgânicos; Elementos de ecologia; Biologia forense e Sistemas de gestão ambiental.

3. Engenharia Civil

Os peritos em Engenharia Civil são responsáveis por investigar, analisar e apresentar conclusões sobre as condições técnicas de algum imóvel. Dessa maneira, precisam antes da graduação em Engenharia Civil.
É um curso bacharelado, presencial que tem duração de cinco anos. Torna os estudantes aptos principalmente a conceber, analisar, planejar, executar e controlar diversos tipos de empreendimentos.
No curso o aluno encontra algumas das seguintes disciplinas: Fenômenos físicos; Cálculo diferencial e integral; Física teórica experimental – Mecânica; Análise de dados; Mecânica de sólidos; Análise de estruturas isostáticas e Mecânica dos solos.

4. Ciências da Computação

Para atuar como perito em Informática, um dos cursos que você pode fazer é o de Ciências da Computação.
Algumas das perícias referentes à tecnologia da informação que o perito em informática pode fazer: Cópias de software; Autenticação bancária; Manipulação de imagens digitais; Invasão e desativação de sistemas e Propriedade intelectual.
O curso de Ciências da Computação é um curso de bacharelado que tem duração de quatro anos. Pode ser cursado não apenas à distância com também presencial.
O curso de Ciência da Computação visa principalmente capacitar o profissional a atuar nas diversas atividades que compõem todos os segmentos do desenvolvimento de sistemas de computação.
Algumas das disciplinas do curso são: Banco de dados; Arquitetura de computadores; Computação em nuvem e Web Services em Linux; Desenvolvimento Web em HTML5, CSS, Javascript e Php; Estrutura de dados em C; Direito cibernético; Inteligência artificial e Engenharia de software.
Qual a área de perícia criminal você achou mais interessante? Conta pra gente!
Postagem Anterior Próxima Postagem