Embora não se configure como um dos métodos de investigação populares do detetive particular, a contraespionagem é um método eficaz na prevenção de dados e bens — tanto materiais quanto intelectuais — de uma empresa ou indústria.

Detetive



Com a crescente concorrência no ramo econômico, diversas ameaças podem surgir inesperadamente. Mesmo que seja considerada uma prática desleal e até antiética, a espionagem pode acontecer e, em um momento como esse, a presença de um detetive particular é fundamental para preservar seu negócio e implementar o método de contraespionagem.

O que é a contraespionagem?


A contraespionagem é um serviço oferecido pelo detetive particular, que realiza uma investigação aprofundada para obter provas que comprovem as suspeitas do cliente, capacitando também os responsáveis pela empresa, apresentando soluções para que eles não tenham de enfrentar esse problema novamente.

Para realizar a investigação, o detetive particular utiliza várias metodologias. É comum que este profissional recorra a técnicas de infiltração, atuando como um colaborador, fornecedor ou até mesmo um cliente, para que se faça presente em momentos e locais que considere importantes para o desenvolvimento da investigação.

Outra abordagem, também comumente usada em outras técnicas de investigação, é o uso de tecnologias específicas e que fazem total diferença durante o processo investigativo. Através de aparatos tecnológicos, o detetive particular pode monitorar os suspeitos, assim como utilizar de equipamentos de filmagem e escutas para obter as provas necessárias.

Além disso, o profissional também é responsável por descobrir e neutralizar quaisquer aparatos dentro da empresa que estejam sendo usados para fornecer informações privilegiadas a terceiros.

Lembrando que, do mesmo modo que realiza em outras investigações, todas as evidências coletadas podem ser usadas em processos judiciais futuramente, já que o detetive particular atua junto de uma equipe jurídica para que tudo seja feito dentro da lei.

Quando contratar um detetive particular?


O trabalho do detetive particular se faz necessário assim que for detectada qualquer tipo de ameaça à organização, independentemente se o suspeito é um funcionário ou sócio da empresa.

Apenas através da contraespionagem será possível minimizar possíveis prejuízos ou demais perdas que possam acometer a empresa, evitando, por exemplo, até mesmo a falência.

Com ajuda deste método investigativo, é possível descobrir irregularidades como:

  • Desvio de dinheiro;
  • Fornecimento de informações privilegiadas;
  • Uso de equipamentos de escuta de forma ilegal;
  • Pessoas infiltradas.

Tais situações só podem ser evitadas ou descobertas com o auxílio de um detetive particular.

Quanto tempo pode levar uma investigação?


Embora não seja possível definir o tempo exato de finalização de qualquer investigação, já que o tempo necessário pode variar de acordo com as circunstâncias de cada caso, a contraespionagem é um dos métodos investigativos que mais demandam tempo de um detetive particular.

Por se tratar de uma investigação que exige muita estratégia e discrição do profissional — além de poder ter certeza sobre os envolvidos e poder apresentar as provas corretamente —, a contraespionagem demanda de um tempo mínimo de quinze dias.

Devem ser levadas em consideração as particularidades da empresa ou indústria a ser investigada, já que fatores como o tamanho da empresa e do tipo de informações que se pretende buscar podem influenciar consideravelmente no tempo necessário para finalizar a investigação.

Essa informação será acordada junto do detetive particular e constará no contrato que será firmado com o profissional, informando uma média específica para cada tipo de cliente e de investigação.
Postagem Anterior Próxima Postagem