O advogado é o profissional que defende o interesse de seus clientes com base nas leis vigentes no País. Para cada interesse, existe um profissional especializado em uma área. No caso do advogado trabalhista, o profissional atua em processos e disputas entre empresas e empregados, podendo representar tanto os interesses da empresa quanto os do trabalhador.

Martelo da Justiça

O advogado trabalhista é responsável por analisar as queixas apresentadas com o objetivo de propor um acordo entre ambas as partes, e também, por encaminhar o caso para o Tribunal de Justiça — além de representar seu cliente durante todo o procedimento.

Qual a função de um advogado trabalhista?


De maneira geral, o advogado trabalhista é o profissional que vai defender o empregado ou empregador em um possível acordo, ou disputa judicial, capacitado e pautado em áreas como Direito Processual do Trabalho, Direito do Trabalho, Direito Previdenciário e outras áreas relacionadas à Justiça do Trabalho e às relações trabalhistas, seguindo a lei e respaldando o seu contratante de qualquer prejuízo.

Todo o processo, desde a proposta de acordo até a apresentação do caso à justiça, exerce muita perícia e cuidados, muitas vezes que passam despercebidos pelo contratante justamente pela sua complexidade ou desconhecimento sobre todos os procedimentos necessários. Entretanto, esses detalhes, precauções e burocracias são fundamentais para que tudo ocorra dentro da lei e de maneira harmoniosa.

Dentre as funções que um advogado trabalhista exerce, estão:

  • Elaboração de petições;
  • Comparecimento em audiências, a fim de representar seu cliente perante o juiz;
  • Elaboração de recursos;
  • Sustentação oral no tribunal;
  • Consultoria, ou seja, auxiliar o contratante em todas as etapas e consequências jurídicas.

Todas essas funções estão pautadas em características como protecionismo, tendência ampliativa, coletivismo, socialidade e justiça social, fundamentais para o bem-estar mútuo e envolvidos no acordo — ou seja, tanto no nível jurídico como civil.

Em que casos um advogado trabalhista pode me ajudar?


O advogado trabalhista pode ser contratado para diversos casos, sendo comumente procurado em situações como:

  • Erro em rescisões;
  • Não pagamento de comissões ou desvio de função;
  • Cálculo de horas extras e/ou férias;
  • Registro incorreto em carteira de trabalho;
  • Demais ações que prejudiquem o funcionário no período que laborou naquela empresa.

Entretanto, as funções deste profissional são extensas e, em quaisquer problemas ocasionados na área trabalhista, é importante se consultar com um advogado para que a solução seja encontrada da melhor maneira possível.

Além de representar clientes em casos específicos, o advogado trabalhista também pode ser um consultor para empresas, auxiliando em questões de contratação e demissão de funcionários, por exemplo.

Acompanhamento jurídico


O advogado trabalhista é responsável por analisar as queixas apresentadas, propondo um acordo entre as partes. Caso as partes não entrem em acordo, cabe ao profissional encaminhar o caso para o Tribunal de Justiça, apresentando o caso de acordo com as leis trabalhistas vigentes.

Durante todo esse procedimento, o advogado deve acompanhar o processo, verificando em quais instâncias ele está sendo analisado e informando o seu cliente sobre a evolução do processo.

Na necessidade de prestar depoimento ao juiz, o advogado orienta seu cliente sobre como proceder.

Qualquer dúvida, antes e após o processo, pode e deve ser questionada ao advogado trabalhista, já que este profissional, além de representar seu cliente, deve também assessorar durante o caso, fazendo com que o cliente consiga compreender o processo judicial.
Postagem Anterior Próxima Postagem