É muito importante contar com uma assessoria jurídica forte na sua empresa. Além de ter um papel preventivo fundamental para evitar transtornos, ela também ajuda sua instituição a tomar um posto de evidência e se destacar na frente da concorrência. Por exemplo, uma boa gestão de marca, com foco estratégico, contribui para que o público abrace uma visão positiva da empresa.

Entenda o papel da assessoria jurídica

Nas limitações do Código de Ética e Disciplina da OAB, é possível realizar essa estratégia de branding. Essa é uma das muitas razões que têm levado cada vez mais empresas, de pequeno, médio e grande porte, a contratarem os serviços de uma assessoria jurídica. Abaixo, conheça mais sobre outras vantagens que esse serviço proporciona.

Assessoria jurídica com foco em prevenção


Em síntese, a assessoria jurídica dá um respaldo a qualquer tipo de problema que uma organização tenha em termos judiciais. De tal forma, o escritório de advocacia responsável por uma empresa fica sempre à disposição para garantir a segurança jurídica a todas as esferas da sua organização.

Os dados estatísticos vêm mostrando que muitas empresas acabam fechando as portas, e logo nos primeiros anos de atuação, exatamente por ausência de uma preparação jurídica. É certo que administrar um negócio requer muitos esforços: conhecimento e técnica em diversas áreas.

Conhecer a fundo as normas do direito brasileiro acaba se tornando uma missão quase impossível para um empreendedor lidar sozinho. Além de conhecer a legislação, é preciso acompanhá-la, pois ela está em constante reforma. A assessoria jurídica garante que a sua empresa esteja sempre em atualização com as mudanças de normas, visto que deixar de aplicá-las pode acarretar multas e prejuízos.

Quando aderir à assessoria jurídica?


Ao contrário do que muitos pensam, a contratação de uma assessoria neste sentido é necessária também para pequenos e médios negócios. Embora não sejam acostumados a transações gigantescas de dinheiro, esses empreendimentos também precisam estar em dia com suas obrigações legais, tributárias e trabalhistas.

Instituições maiores, evidentemente, precisam de uma assessoria jurídica mais frequente. As vantagens de se adotar esse tipo de serviço são muitas:

  • Fugir de prejuízos na área trabalhista, dado que com uma orientação jurídica adequada, os gestores podem se prevenir com relação a passivos trabalhistas ou cláusulas contratuais dúbias;
  • Resgate de crédito tributário e defesas judiciais ou extrajudiciais. Neste sentido, a maioria das demandas acaba precisando do trabalho de um advogado;
  • Tempestividade de ações. Neste caso, as ações são ajuizadas no prazo adequado, o que evita prejuízos e futuros transtornos;
  • Ação preventiva em casos de processo e demais enfrentamentos judiciais. Em caso de ser levada a litígio, a organização precisa da ajuda de um advogado que conheça bem seus processos internos.

Em resumo, são muitos os momentos em que o trabalho de um advogado pode se associar diretamente à ação estratégica de uma empresa em muitas esferas. Ou seja, ter um bom respaldo advocatício ajuda para que o empresário possa dedicar seus esforços a outras ações estratégicas.
Postagem Anterior Próxima Postagem